Como conhecer pessoas em hostels (e fazer amigos, porque não?)

Untitled design (1)
Turma de amigos que fiz no Uruguai

 

As pessoas que escolhem os hostels como meio de hospedagem tem algumas coisas em comum. Todas estão buscando a alternativa de hospedagem mais econômica, e procuram companheiros de viagem, conhecer gente interessante. Continuar lendo

Nova fase da minha aventura: um ano em Cusco!

Praça de Armas de Cusco
Praça de Armas de Cusco

Há exatamente dez meses eu iniciava minha aventura na Cidade do México, a Gran Tenochtitlán, antiga capital do Império Azteca. Dez meses mais tarde, na Cidade de Cusco, o umbigo do mundo, antiga capital do Império Inca, minha aventura passa para uma segunda fase. Continuar lendo

Trabalho voluntário: uma maneira de viajar (quase) grátis

Praia na Punta Sur em Cozumel - México
Praia na Punta Sur em Cozumel – México

Trabalhar como voluntário em uma viagem é uma ótima maneira de economizar, ter uma experiência mais rica no destino e, de quebra, ajudar as pessoas.

Aqui estou falando de pessoas que tem um hostel, um cama e café, uma fazenda e não tem condições de pagar funcionários para o serviço. Em geral, elas oferecem casa e comida em troca de algumas horas de trabalho por semana.

É bacana porque enquanto trabalha você aprende algo novo, convive com os moradores do local, e ajuda quem precisa. E mesmo tendo esse “compromisso” ainda sobra bastante tempo livre para passear pela região. Muitas vezes quem o hospeda tem várias dicas para visitar os melhores pontos e quem sabe oportunidades de conhecê-los muito mais barato, ou até de graça. Continuar lendo

Viajar é se auto-superar!

DSC00852-1
Circuito Chico de Bariloche em bicicletas

Viajar de férias também é se auto-superar. Se propor a ir bem além dos seus limites, às vezes, pode ser uma experiência muito recompensadora.

Alguns dias antes de vir a Bariloche, se me perguntassem se eu toparia fazer uma trilha de bicicleta numa região montanhosa em um percurso de quase 30 km, eu certamente diria que não! Isso porque infelizmente nunca tive o hábito de praticar esportes, e minha resistência para exercícios é bem baixa. Continuar lendo

Três coisas que eu aprendi pedindo demissão para viajar

Faz pouco mais de um mês que eu pedi demissão do meu trabalho e vim para o México. Eu não sei se eu vou passar um semestre aqui, se estou dando a volta ao mundo, ou se vou imigrar para outro país. Só sei que fico dois meses na ilha de Cozumel e que não faço idéia do que farei depois.

Teotihuacan - Cidade do México (foto: Taner Palácio)
Teotihuacan – Cidade do México (foto: Taner Palácio)

Continuar lendo